Centenas de adeptos ‘leoninos’ concentraram-se hoje junto ao Estádio José Alvalade, em Lisboa, onde entoaram cânticos de apoio ao Sporting e condenaram os atos violentos ocorridos na Academia do clube, em Alcochete.

Dando sequência a uma convocatória nas redes sociais, tendo como mote condenar as agressões e apoiar os jogadores, os adeptos do clube entoaram os habituais cânticos de apoio à equipa de futebol, manifestando insatisfação com os incidentes ocorridos em Alcochete.

Durante a tarde de hoje, cerca de 50 indivíduos de cara tapada, alegadamente adeptos ‘leoninos’, invadiram a Academia e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic, assim como o treinador Jorge Jesus e outros membros da equipa técnica.

O Governo repudiou os incidentes na Academia do Sporting, em Alcochete, que considerou atos de vandalismo e criminosos.

Numa declaração conjunta da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Governo confirmou a detenção de 21 presumivelmente envolvidos.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Jorge Jesus abandonou a Academia do Sporting cerca das 22:50, depois de vários jogadores da equipa principal do Sporting, que, desde as 18:30, saíram das instalações do clube e dirigiram-se para a GNR do Montijo.

Loading...
DIVULGAR SITE NA INTERNET
International Exhibitions
shemale transsex pornstar escort
Dentistry
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

This Website is Protect and Copyright ©

MDlabs Malicious url block
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE