Select Page

Na sequência da candidatura ao concurso de Projectos I&D em todos os domínios científicos da FCT de 2017, o M-ITI foi bem sucedido tendo arrecadado um valor global de sensivelmente um milhão de euros, dos cerca de 375 milhões de euros disponíveis, valor distribuído pelos cinco projectos aprovados e executados nos próximos três anos.

Quando comparado com o último concurso em 2014, o financiamento havia sido três vezes inferior ao montante global de 2017. Neste concurso houve 4593 candidaturas submetidas, sendo que 3304 candidaturas foram consideradas elegíveis e das quais apenas 1618 projectos das várias áreas do conhecimento receberão financiamento.

Os cinco projectos aprovados são de diversas áreas, tais como o turismo, educação, energia e medicina. Um deles, denominado Largescale, cujo responsável é o Professor Nuno Nunes, em colaboração com Marko Radeta, irá investigar a mobilidade e aderência dos turistas e dos locais, propondo a criação de Dispositivos de Realidade Aumentada Baseada na Localização, os quais serão usados para a exploração da cultura, artesanato e pontos de interesse.

Já o projecto Redema, proposto pelo Professor James Auger e o Professor Julian Hanna, irá aproveitar o contexto único fornecido pela ilha da Madeira, utilizando uma abordagem de design especulativo para explorar novos cenários de infraestruturas e interacções energéticas com o objectivo de ultrapassar as conhecidas limitações das iniciativas de redes inteligentes.

Na área da medicina, foram aprovados dois os projectos de neuroreabilitação. O Professor Sergi Bermúdez i Badia e a Professora Mónica Cameirão, com o projecto NeuroaugVR, pretendem desenvolver um sistema de reabilitação novo e mais inclusivo com o uso de novas TIC, a fim de superar as actuais limitações dos pacientes que sofreram de AVC.

O Professor Eduardo Fermé, propõe-se a aperfeiçoar a ferramenta web de reabilitação gratuita para pacientes de AVC (Task Generator) através de dois módulos de inteligência artificial (revisão de crenças e aprendizagem), gamificação e capacidades de monitorização remota, para que os Profissionais de Saúde possam fornecer uma terapia de reabilitação cognitiva personalizada em casa do paciente, no âmbito do projecto BRaNT.

Por último, o projecto Field Guide (Guia de Campo) visa estabelecer uma melhoria nos níveis de literacia científica da conservação e ambiental, entre crianças e jovens residentes no arquipélago dos Açores, região de Portugal com um dos mais baixos índices escolares, o qual está a cargo de Sónia Matos e da Professora Simone Ashby.

Related Posts

New Order
Loading...
DIVULGAR SITE NA INTERNET
International Exhibitions
shemale transsex pornstar escort
Dentistry
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

This Website is Protect and Copyright ©

MDlabs Malicious url block
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
error: Alert: Content is protected !!

Livemocha
how to earn money online from home
cosmetic dentistry