A propósito das declarações proferidas pelo vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal à comunicação social, o Governo Regional emitiu um comunicado esclarecendo o seguinte:

“A Autoridade Tributária da Madeira (AT-RAM), no que diz respeito à execução de dívidas não fiscais para a qual é competente por força de norma específica aprovada através de Decreto Legislativo Regional, atua como um mero órgão de execução, não lhe cabendo fazer qualquer juízo sobre o mérito dos mesmos.”

“Contudo, na sua atuação diária, a AT-RAM norteia-se sempre pelo bom senso e diálogo, bem como pelo zelo, empenho e profissionalismo de todos os seus colaboradores, sempre em obediência aos procedimentos exigidos pela legislação aplicável, à semelhança, por exemplo, dos processos cujo objeto de cobrança é o IMI e o IMT, que constituem receitas dos municípios”, acrescenta ainda o comunicado.

“Após a citação para pagamento, poderão ser apresentados os fundamentos entendidos por válidos que, a coberto da lei, estão ao dispor dos executados.

Poderão, também, ser equacionados planos de pagamento em prestações da dívida, sempre e quando admissíveis nas diversas modalidades previstas no Código de Procedimento e Processo Tributário”, concluiu a nota enviada à imprensa.

Loading...
DIVULGAR SITE NA INTERNET
International Exhibitions
shemale transsex pornstar escort
Dentistry
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

This Website is Protect and Copyright ©

MDlabs Malicious url block
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE