O Governo repudiou hoje os incidentes na Academia do Sporting, em Alcochete, onde 50 indivíduos de cara tapada entraram e agrediram futebolistas e elementos da equipa técnica, que considerou atos de vandalismo e criminosos.

Numa declaração conjunta da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Governo confirmou a detenção de 21 presumivelmente envolvidos.

“Há um repúdio veemente para com atos de violência, vandalismo criminosos como os que ocorreram esta tarde. Quero mostrar solidariedade para jogadores, técnicos e quem foi agredido”, afirmou João Paulo Rebelo, recordando o título europeu de seleções conquistado em 2016 e o orgulho luso na modalidade.

Entretanto, fonte da GNR informou que as pessoas em causam foram intercetadas pelas autoridades na zona da Academia do Sporting, em Alcochete, e nas imediações, tendo sido encaminhados para o posto da GNR em Alcochete.

A equipa principal do Sporting cumpria hoje o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

“Estamos a poucos dias da final da Taça de Portugal e o Governo está, juntamente com a Federação Portuguesa de Futebol, a criar todas as condições para que se viva a festa do futebol, do desporto, o convívio das famílias e dos verdadeiros adeptos do futebol e do desporto. É uma missão do Governo, mas que deve ser assumido por todos. No domingo tem de haver uma demonstração clara que futebol é um orgulho nacional”, frisou o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

A secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna explicou a coordenação das forças de segurança para tomar conta da ocorrência, da qual resultaram 21 detidos.

“Houve a apreensão de viaturas e objetos de agressão, juntámos forças de segurança para tomarem conta da ocorrência e darem a resposta adequada. Continuamos a trabalhar no sentido de esclarecer esta situação e que não voltem a acontecer”, sublinhou Isabel Oneto.

Durante a tarde de hoje, cerca de 50 indivíduos de cara tapada, alegadamente adeptos ‘leoninos’, invadiram a Academia e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic, assim como o treinador Jorge Jesus.

Após o encontro no Funchal, adeptos que acompanharam a equipa à Madeira manifestaram o seu desagrado junto do treinador e da equipa, chegando a registar-se tentativas de agressão a jogadores no aeroporto e insultos e protestos à chegada da comitiva a Lisboa e ao Estádio José Alvalade.

Na sequência destes acontecimentos, na segunda-feira, a SAD reuniu com a equipa técnica, os jogadores e os médicos, após as quais o presidente do clube, Bruno de Carvalho, negou que alguém tivesse sido suspenso no clube, contrariando as notícias que davam conta da suspensão e de um processo disciplinar a Jorge Jesus.

Loading...
DIVULGAR SITE NA INTERNET
International Exhibitions
shemale transsex pornstar escort
Dentistry
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

This Website is Protect and Copyright ©

MDlabs Malicious url block
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE